QUANTICA.RADIO: quando casamento e empreendedorismo combinam


     Alagoas

Dia dos Namorados Empreendedores

Quantica.Radio:quando casamento e empreendedorismo combinam

Casal inicia rádio online em Alagoas e já consegue anunciantes dentro e fora do país

13/06/17 às 17:00 - Por: João Paulo Macena – Algo Mais Consultoria e Assessoria

Flávio Carvalho

 

O que o rádio, o amor e o empreendedorismo têm em comum? Para muita gente, essas palavras não combinam, mas, para o casal Ricardo Teles Gomes e Waldívia Teles Gomes, elas foram as portas de entrada para um caminho de muita dedicação, sucesso e felicidade. Ela largou a vida de bancária para empreender em uma área já conhecida pelo marido há mais de 30 anos: o mundo do rádio. E foi justamente ao ouvir a voz dele nesse veículo de comunicação que Waldívia começou a se interessar por Ricardo. Conheceu o dono daquela voz em um evento e já o procurou para fazer um anúncio. Ali, começara a nascer um relacionamento e a realização de um sonho.

Ricardo fez trabalhos para TV e rádio em Pernambuco, Paraíba e Alagoas, chegando a dirigir as Rádios Educativas nesses estados e, desde a década de 1990, tinha o desejo de abrir a sua própria emissora radiofônica. Com o apoio de sua esposa, em agosto de 2016, nasceu a Quantica.Radio (quantica.radio.br).

De olho nos avanços da tecnologia e nas constantes mudanças no mercado de mídia, Ricardo Teles Gomes optou por abrir seu negócio na rede mundial de computadores: a internet. Antes de começar a Quantica.Radio como ela é hoje, o empreendedor havia lançado a ‘quântica web’, em 2010, como uma espécie de laboratório para saber como o mercado reagiria. Cinco anos mais tarde, a rádio saiu do ar. Mas, uma surpresa por parte de sua esposa estaria por vir para fazer o sonho do radialista renascer.

“Vi que o mercado muda de forma muito rápida e que todos os veículos de comunicação já migraram, estão migrando ou vão migrar para a internet. Ficamos esse período no ar só para ver como o mercado reagiria, depois encerrei as atividades. Aí foi quando minha esposa saiu do trabalho e sugeriu que eu voltasse com a rádio de forma mais profissional e organizada”, conta.

Waldívia passou a vida profissional inteira atuando como bancária, mas resolveu deixar o ofício e desbravar o mundo do empreendedorismo, ao lado do esposo, com quem é casada há cinco anos. Com a missão de reabrir o negócio com um melhor trato na gestão e na organização, ela decidiu que buscar o apoio do Sebrae seria a melhor forma de virar mais profissional e ser mais bem estruturado.

“Foi ali que iniciou o nosso relacionamento com o Sebrae. Eles são referência nacional quando o assunto é uma micro e pequena empresa, e isso nos deu segurança para procurá-los. Recebemos algumas consultorias e já reativamos a rádio de forma mais comercial e profissional. Esse apoio está nos dando um norte para conduzir o negócio e sob aspectos da gestão, que ainda não tínhamos segurança para fazer”, destacou Waldívia.

Com as consultorias, o casal montou o projeto de reabertura da rádio. Começaram pela criação da marca, prepararam um mídia kit (pacote de vendas comerciais) e realizaram um estudo de mercado, que os garantiu o novo formato, além de adquirirem outro conceito e colocarem em prática novas ideias.

Anissélia Nunes, analista da Unidade de Relacionamento Empresarial (URE) do Sebrae em Alagoas, enfatizou a importância de procurar entender os pequenos negócios, principalmente no caso de Waldívia, que deixou o emprego para empreender em um área nova.

“O que mais chama a atenção nesse caso é que Waldívia embarcou no sonho do marido, largou tudo e buscou ter mais conhecimento e se capacitar para estruturar o negócio e torná-lo viável. Primeiro, eles acessaram a Consultoria com Hora Marcada e depois a Consultoria em Plano de Marketing, e isso tem permitido que o casal consiga administrar o negócio e já alcançar bons resultados”, explicou Anissélia.

Primeiros resultados e expectativas

Ao acessar as soluções do Sebrae, o casal passou a trabalhar mais o marketing digital, através das redes sociais, e a gestão da empresa. Segundo eles, isso tem feito com que a Quantica.Radio ganhe mais ouvintes e anunciantes em vários países do mundo. Atualmente, a rádio tem um perfil específico, com um acervo digital de mais de 25 mil músicas, e tem uma programação formada por cerca de 70% de músicas brasileiras e 30% internacionais, tocando ritmos como MPB, Jazz, Blues, Country, Bossa Nova, Pop, Disco, Rock e Lounge.

Com menos de ano de mercado, a rádio já conta com uma boa lista de anunciantes, que vão de empresas de pequeno porte até empresas multinacionais de renome em países como Argentina, Estados Unidos, México e Uruguai, além do próprio Brasil, claro.

Após buscar uma estruturação do negócio e contar com o apoio incondicional de sua esposa, Ricardo credita o sucesso ao fato de a rádio ser online, ter alcance global e uma audiência pulverizada e, ainda, poder oferecer aos ouvintes uma programação de qualidade. O radialista também falou sobre suas expectativas para o futuro.

“Atribuo esse sucesso à minha esposa. A ideia de colocar a rádio novamente no ar foi dela, e não minha. Já temos anunciantes locais e de outros países, por isso, a expectativa é englobar o mercado local e internacional em pouco tempo. Somos uma empresa pequena, mas ousada. A internet nos permite isso. A Quantica nasceu realmente agora, quando nos organizamos de verdade e temos um norte. Estamos no caminho certo”, revelou.

Casal empreendedor

Ricardo e Waldívia também relataram como trabalham juntos. Hoje, os dois têm funções bem definidas. Ele cuida da parte de produção, operacional e técnica. Ela, da parte administrativa, comercial e financeira, de acordo com as experiências profissionais de ambos ao longo da vida.

“Está sendo uma experiência muito agradável. Estamos crescendo como pessoas, como casal e como profissionais também. O casal tem que ser muito determinado e ter muito foco. É preciso equilíbrio para separar o profissional do pessoal, e estamos conseguindo isso”, concluiu Ricardo.

Agora, empresária, Waldívia aconselha outros casais que também querem empreender juntos. “Para os casais que querem abrir uma empresa juntos, eu aconselho: tenham muito foco, muita cumplicidade e busquem ter uma mesma meta, um mesmo objetivo, e, claro, muita paciência. Tem que ter muito cuidado para não misturar o pessoal com o profissional, não levar o trabalho para casa nunca e ter muita coragem. O grande desafio é não deixar o relacionamento afetivo influenciar a vida profissional. Mas, quando o casal está determinado, tira isso de letra”, finalizou.

 

Tags: Sebraealagoas